Skip to content

Um terço da colecção de arte copta do Museu de Brooklyn é falsa

2008/07/02

Edna Russmann, curadora do Museu de Brooklyn, anunciou que um terço das peças de arte copta da instituição são falsificações, noticia o The Art Newspaper.  Por arte copta entende-se aquela que foi produzida no Egipto entre o fim do domínio romano (395) até à conquista islâmica de 641.

Em Portugal, Luís Raposo, director do Museu Nacional de Arqueologia garantiu em declarações ao jornal Público que a autenticidade da colecção de antiguidades egípcias do museu encontra-se garantida por um estudo científico.

O Museu de Brooklyn parece desdramatizar a situação, anunciando a abertura a 13 de Fevereiro de 2009 de uma exposição com as peças falsas (acompanhadas por verdadeiras), tendo como objectivo alertar outros museus para a possibilidade de terem também obras de arte falsificadas nas suas colecções…

Leia a notícia completa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: